VOLTAR

MC Carol
Imagem Preset XL
02 Junho
02:45
Música
Prado

O funk da brasileira MC Carol, também conhecida como Carol Bandida ou Carol de Niterói, é irreverente e sincero, abordando temas sociais e políticos, ou simplesmente o quotidiano das favelas, de uma forma descomplexada e até bem humorada. A brasileira, considerada como um dos nomes fundamentais do funk brasileiro, é também reconhecida como ativista pelas causas feminista e da luta contra o racismo. Em 2012, MC Carol conheceu um enorme sucesso com músicas como “Minha vó tá maluca” ou “Não foi Cabral” onde questiona o modo como vemos a colonização e as raízes do Brasil. Entre os seus colaboradores está o coletivo Heavy Baile criado pelo reputado produtor Justi (com trabalhos realizados com M.I.A. e Emicida) e que uniu as batidas do funk com o trap para a produção do primeiro álbum de Carol, "Bandida". A música é a forma de Carol fazer política e este engajamento, aliado às experiências de vida como uma tentativa de feminicídio de que foi alvo em 2018, fez com que a artista se tornasse uma militante dos direitos das mulheres e dos negros, e, inclusivamente, se candidatasse a Deputada Estadual nas eleições do ano passado. Já este ano, após o lançamento do single "Mamãe da Putaria", música com Tati Quebra Barraco e Heavy Baile, a artista tem estado a trabalhar no seu novo álbum, que vai apresentar em vários países europeus, marcando presença no Serralves em Festa.